Condição... Humana...


======================

    Ainda vejo as suas luzes

======================

 

         Na semana passada, viajei para Itacaré. Um lugar maravilhoso onde tudo anda devagar. Uma vila que se debruça preguiçosamente no mar misterioso da Bahia de Todos-os-Santos. Eu, como todo ser vivente, adoro caminhar nas areias da praia durante a noite.

         Nessa noite, o céu estava brilhante com suas estrelas que só a Bahia tem. E como gosto de pensar que cada estrela no céu é uma criança, comecei a atribuir nomes as estrelinhas daquela noite maravilhosa.

         Lembrei de minha estrelinha Bruna, da estrelinha Maria, estrelinha Manuela, estrelinha Ariel, do Superstar Lucas que fará dezoito anos em breve, mas continua sendo uma criança pra mim. Entretanto, existem milhões de estrelas e fiquei pensando nas crianças que não conheço.

         Pude então perceber que eu estava olhando para uma galáxia de crianças. Todas brilhando.

         Já que alguns fatos não têm como explicar e nem a quem culpar, gosto de lembrar de uma aula de física, na qual o professor dizia que, quando uma estrela morre, a sua luz, permanece viajando anos e anos, seguindo seu curso, até chegar ao alcance de nossos olhares tão ávidos por todo aquele brilho.

         Muitas estrelas que vemos hoje, até mesmo aquelas que vi no céu da Bahia, podem não mais existir. E essa é a idéia para as estrelinhas que se foram. Elas se foram, mas sua luz permanecerá entre a gente. Nenhum louco poderá apagá-la.

         Hoje as estrelas continuam brilhando no céu do meu coração, como brilharam naquela noite da Bahia. Mas sei que faltam algumas estrelinhas nesse meu céu, embora eu continue admirando as suas luzes...

       

         “Há de apagar

         Uma estrela no céu cada vez que ocê chorar...

         Há de surgir

         Uma estrela no céu cada vez que ocê sorrir...”

          - Gilberto Gil –

         Marcelo Moreira, sujeito com qualidades e defeitos, pai de Bruna (minha estrelinha), que se entristece quando presencia atrocidades como a que aconteceu com as crianças na escola em Realengo. Esse texto é para vocês! Continuem brilhando...

         Paz e luz...



 



Escrito por Marcelo Moreira às 12h14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Homem, Livros, Arte e cultura
Histórico
Outros sites
  Tecquilla??
  Crônicas do frank
  Coração na boca. Blog da Fê
Votação
  Dê uma nota para meu blog